Conversa de Desenvolvedor: 10 dicas de como fazer um jogo de sucesso para iPhone

Rafael Rodrigues é Project Manager aqui na Aquiris Game Studio e frequentemente, tem feito artigos para o o site Gamerview. Como o prórpio autor informa, são observações pessoais, não configurando uma fórmula de sucesso para o jogo, e sim, indicativos para que se possa ter algum sucesso com a produção de seu jogo.
Segue abaixo, a entrevista original publicada no próprio site:

Alguns jogos para iPhone e Android foram sucesso instantâneo de vendas e viraram a coqueluche dos mercados de games. Vários desenvolvedores, principalmente os independentes, esperam criar o próximo “joguinho” que irá tornar o seu criador um milionário da noite para o dia. Esse cenário só é possível com o surgimento de novos modelos de distribuição de games, aliado à proliferação de ferramentas que tornam a criação de jogos para essas plataformas algo muito simples de se executar.

Como imagino que esse seja um dos caminhos para quem está começando, resolvi criar uma lista de dez dicas de sucesso para o desenvolvimento de jogos para essas plataformas. Apenas explicando, essas dicas foram criadas de maneira subjetiva, sem nenhuma análise científica. Elas são frutos apenas da minha observação em jogos que já foram sucesso, o que não garante, em hipótese alguma, o sucesso do seu game.

Apenas para deixar ainda mais claro, os games avaliados para a criação dessa lista foram: Angry Birds, Cut the Rope, Trees of Doom, Fruit Ninja e o recente Tiny Wings.

Vamos às dicas…

#1 Histórias sem firulas

Em Angry Birds, os porcos roubaram os ovos dos pássaros, e agora eles precisam ser recuperados. Em Cute the Rope, um sapinho é abandonado na porta da sua casa, e seu papel é alimentá-lo com doces.

Crie uma causa despretensiosa pela qual o jogo deve ser jogado, sem nenhuma obrigação conceitual ou revolucionária para a história dos games.

#2 Simples de jogar

Usando apenas um dedo, você consegue cortar uma corda, dar uma estilingada, fazer um ninja pular. A jogabilidade é um ponto chave, pois tem a capacidade de tornar o game ainda mais democrático, e provável de ser vendido aos mil. Por isso os jogos devem ter uma lógica simples sem o uso de jogadas mirabolantes.

#3 Livre de derrotas

Cada pequena vitória é uma comemoração. Nesses games casuais, nós jogadores estamos sempre sendo presenteados com pequenas vitórias, que nos motivam ainda mais continuar jogando. Pense em uma lógica de gameplay que mantenha o seu jogador sempre feliz.

#4 Feedbacks constantes

Os games precisam estar sempre informando os seus jogadores quando eles fazem o movimento certo ou não. Por isso abuse de efeitos sonoros como pios, gritos e músicas de comemoração. Isso mantém a comunicação entre jogo e jogador deixando o game ainda mais divertido.

#5 Muitas, muitas, muitas fases

Se os jogos são fáceis e livres de derrotas você precisa manter o nível de desafio de outra maneira. Como? Simples: faça um game com muitos leveis diferentes e divertidos. Essa combinação é o que cria aquela sensação de sempre querermos jogar só mais uma “fasesinha”.

#6 Desafio para jogadores habilidosos

Apesar da simplicidade, não se pode esquecer os jogadores hardcore, que também precisam ser conquistados. Para eles é preciso criar uma lógica além do jogo em si, um desafio ainda maior em cada uma das fases, como por exemplo, coletas de itens, avaliação do desempenho e tempo máximo para completar as fases.

#7 Muitos achievements

Um bom game casual de sucesso, que vende milhões e milhões de cópias, precisa, necessariamente ter uma lista enorme de desafios. Muitos são fáceis de serem vencidos, outros nem tanto e alguns impossíveis. Essa pequena “sala de troféus” faz os seus jogadores ligados no game, procurando um desempenho ainda melhor do que na última vez.

#8 Física lúdica

Acrescente pulos, arremessos, giros e quedas. Por quê? Por que sim. Tudo se torna divertido quando se usa física nos jogos :)

#9 Be cute

Primeiro entenda o que significa essa palavra. Quer uma ajuda? Aqui vão algumas traduções: fofinho, bonitinho, atraente, meigo, simpático… É isso. As pessoas gostam e simpatizam com personagens com essas características. Basta ver na lista de jogos que mencionei. Todos abusam desse recurso.

E em minha opinião, essa talvez seja a dica mais valiosa. Você até pode abrir mão de qualquer outra dica, mas essa é certamente um dos caminhos do sucesso. Para saber se o seu personagem é cute, após você tê-lo criado mostre para sua namorada, mãe, amiga. Se elas soltarem um suspiro, é por que você conseguiu.

#10 Tenha paciência

Seguir essa lista não é uma garantia de sucesso. É apenas um guia. E você talvez tenha que fazer muitos outros jogos até acertar em cheio no gosto dos jogadores. Por isso não custa tentar várias e várias vezes. Vai que você se torna o próximo milionário com um game para iPhone. Só por favor lembre-se de dar os créditos das dicas.

Boa sorte! 😉

Fontes:
Gamerview

Deixa de Nerdice